Escolha uma Página

Nós

Sobre o Espaço Excêntrico
Contate-nos
nossa missão

O que nos leva além

O caminho proposto pela escola começa pelo resgate de uma ferramenta essencial para o nosso desenvolvimento quando criança: a brincadeira. Na brincadeira o indivíduo se reencontra com a espontaneidade, toma consciência do jogo inconsciente de improvisação, se insere no tempo presente, e consequentemente desenvolve-se na relação com o outro, processo fundamental ao funcionamento de uma ação cênica.

nossos valores

Desenvolvimento através da Arte

Ouvir primeiro, ante a necessidade social que se apresenta pela reação.

Respeitar as diferenças a partir do olhar sobre o outro.

Produzir ação, esvaziando-se de conceitos não agregadores.

Reduzir os julgamentos, criando espaço para fortalecer as relações a partir de exercícios práticos.

Entender a importância do coletivo na construção das relações.

nossa visão

Relações sociais a partir do teatro

Ir em direção ao outro e escutar, ouvir com atenção, demanda uma abertura, uma sensibilização. Essa abertura traz consigo um risco emocional, de se deixar afetar. Aprender a se abrir e a tomar consciência das nossas emoções são um dos fundamentos das iniciativas propostas por aqui.

Se sabemos escutar, sabemos responder com simplicidade a demanda de quem esta conosco. Responder de maneira direta e justa (sem faltas ou excessos) permite que o que chega em nós volte ao outro e assim sucessivamente, iniciando um fluxo de ininterrupto de relações.

Tudo que propomos tem como meio a ação. o Ator é em essência um acionador, pois aciona em si os mecanismos necessários para dar a vida que necessita seu personagem. Na vida, somos atores que interpretam vários personagens. Cada um deles precisa do nosso acionamento consciente.

A metodologia do

espaço

A comédia como base para trabalhar atores e não atores

Ela exige do ator uma presença sólida, capacidade de improvisação, reconhecimento dos estados emocionais do ator, conhecimento das máscaras cômicas, oferecendo uma estruturação cênica.

A partir da introdução dos jogos, inserimos o indivíduo no universo da improvisação, exercitando a escuta e a flexibilização das relações. Uma vez neste ambiente, o ator passa a uma nova fase, onde vai reconhecer o conjunto de máscaras sociais para a construção de personagens.

v

Depoimentos

O que andam dizendo sobre nós

“Recomendo o curso da Escola do Ator Cômico para todos aqueles que querem  e necessitam investigar e melhorar sua comunicação e sua relação com o mundo. Garanto uma maior percepção na vida, bem como uma melhora significativa nas relações intra e interpessoais.”

Gideão Ferreira

Ator

“Com certeza os princípios desenvolvidos na Escola do Ator Cômico são referenciais para minha atuação profissional, seja como estímulo para seguir na resistência em fazer arte, seja no olhar em busca da humanidade (nas/das relações) antes da figura do artista, e seja ainda na busca de uma relação sincera com a vida.”

Edran Mariano

Ator, palhaço e produtor

“Somos aquilo até onde conseguimos estender nossas capacidades. Muito mais que preparar atores, o mestre Mauro Zanatta nos conduz por caminhos que ajudam a resgatar a nossa essência humana, por vezes perdida em meio ao caos da vida cotidiana.”

Guto Pasko

Cineasta

×