Escolha uma Página

A arte de ser palhaço – Aula aberta

O palhaço é uma filosofia de vida. Uma forma de olhar e de caminhar pela vida. É uma figura que nos permite sermos o que somos, mas que “não pode” aparecer. O palhaço nos permite vivenciar nossas sombras com leveza. Somos vários “eus”. Quando criança vivenciamos vários “eus”. A criança quando brinca pode ser o que quiser. E é. Também, vivencia todos os sentimentos durante a brincadeira. Na medida que crescemos, começamos a ser repreendido: “não corre… não ri… não chora… anda direito… tira mão daí que é feio… a raiva é feio… o medo é ruim, etc.” Então, nos repreendemos e nos padronizamos. No brincar a criança ainda pode sentir os sentimentos sem julgamento.
Quando adultos, podemos também brincar. O palhaço é o ser que brinca. O palhaço é o jocker. O coringa do baralho. É quem pode ser todos quando for preciso. Pode ser rei, dama, az, 2, 3, etc. Mas o palhaço é o rei que o rei é, mas “não pode” aparecer. É o rei que peida. É a rainha que quebra o salto ao descer das escadas, que derrama o chá no vestido quando vai tomá-lo. É o soldado que tem
medo de barata. Assim, o palhaço nos permite sermos e mostrarmos o que escondemos. E rirmos disso. É o permitir-se ser ridículo. É a permissão de se fazer
o que tem vontade, mas que cotidianamente não se faz. O palhaço não foge da vulnerabilidade, pelo contrário, a suporta e até se delicia com ela. O palhaço se afeta e é afetado, expressando em seu corpo. Seu corpo é vivo e integrado com o que sente e pensa.

Para se inscrever para a aula aberta entre em contato através do whats (41) 9 9844-8557 ou e-mail [email protected]

Detalhes

Data: 5 de fevereiro das 19:00 às 22:00

Local do Evento: Espaço Excêntrico – Rua Lamenha Lins, 1429, Rebouças

Categorias:

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Habilidades

Postado em

27 de janeiro de 2020

×